quinta-feira, abril 21, 2005

a merlita bebé caída do ninho

encontrei-a na posse do meu querido gato, à porta da cozinha, ela de bico aberto com ar de defesa (deve ter confundido o caçador com a mãe ;)
e ele com um ar meio espantado, que um bicho daquele tamanho nunca lhe tinha caído assim do céu... ;D
apesar do susto (o meu e o dela), perdeu apenas umas penas, passou a noite cá em casa (ao abrigo das minhas belas feras), comeu uma óptima papinha de insectos e minhocas que fomos buscar à loja dos animais ali na estrada de benfica a seguir ao chafariz, e levei-a hoje ao fim da manhã para o centro de recuperação de aves do parque florestal de monsanto, onde sei que ficou em boas mãos

fiquei contente, salvei uma bebé melro!

22 comentários:

chOURIÇO disse...

Também eu fico contente com o destino favorável da (será feminina?) melrita.

Bonne chance, petite amie!

:)

lena disse...

confirmado pela vet de serviço do parque

eu já desconfiava, q os machos são mais escuros
;)

Carla disse...

Que merlita sortuda! :) Beijo grande :)

Rodrigues disse...

Oh, pá! Que linda!
Gosto tanto de melrinhos...
(Eu gosto de tudo, a bem dizer.)

Exit_to_the_Moon disse...

Cada dia gosto mais do teu blog :)

Truta Laranja disse...

Ohhhh que linda!! :)

E as feras portaram-se bem?

lena disse...

nesse fim de dia, estava ela instalada na casinha de banho que dá para o quintal (onde os meus gatitos nasceram ;) e começou a piar muito alto, de maneira que eles vieram espreitar do lado de fora: ela tinha saltado para o pequeno parapeito junto ao vidro para olhar para a rua e eles estavam os 3 de nariz no vidro, do lado de fora, cheios de nervos por não lhe poderem chegar, com os olhos acesos e a rosnarem :D

a puma ainda deu duas patadas no irmão, devia achar que aquilo era dela! lol

vi um esquilo lindo lá no parque :))

paperl life disse...

Ke bom, laura!

Fico tão contente!

:)

Beijos.

Bom 25 de Abril! é que vou estra fora.

Pedro F. Ferreira disse...

Há melros com muita sorte... :)

henrique doria disse...

Um poema de SAFO: O QUE É BELO, É BELO DE VER, E BASTA. O QUE É BOM SUBITAMENTE SERÁ BELO.
Como preferes ler mulheres ( preconceito, porque nem todos os homens são estúpidos) aqui vão duas alternativas para leitura: SYLVIA PLATH ( ARIEL,publicado pela Relógio d`Água, absolutamente fabuloso) e EMILY DICKINSON, creiro que também da Relógio d Água, não sei o título ( a edição que tenho é muito antiga).

lena disse...

mas essas não são portuguesas...

lol



merci bien, cher ami
:)

::mari:: disse...

Adorável ;)

Havias de gostar de conhecer a minha mãe, ela é assim como tu, super hiper protectora dos pequenos e indefesos bichinhos :)

lena disse...

é só combinar e eu atravesso o rio

;)***

henrique doria disse...

As tuas exigências serão satisfeitas: a incontornável FLORBELA e NATÁLIA CORREIA.Ajoelho-me aos pés de ambas, apesar de ter tido uma discussão terrível com a Natália, que era excessivamente arrogante para os meus gostos. Beijos.

andorinha disse...

Eu gosto imenso de animais e o teu gesto é de uma enorme ternura!
Um beijinho e um bom fds de uma benfiquista para outra.
Fica bem:)

lena disse...

henrique, olha quem fala de arrogância! :pp

da natália tenho a poesia toda e uma paixão que me fez chorar convulsivamente quando soube pelo telefonema da minha mãe da morte dela, na manhã de 16 março de 93

conheci-a pessoalmente apenas um ano e meio antes, quando me convidou para participar na festa da frente nacional para a defesa da cultura na aula magna, em finais de 91, onde cantei o redondo vocábulo do zeca acompanhada por uma harpa :))

convidou-me para jantar no botequim no 9 para 10 de junho de 92 (o último dia de Portugal desta deusa de fogo aqui na terra), e cantou! :))

li o primeiro livro dela, a madona, aos 16 anos, para nunca mais a esquecer

a florbela acho-a uma chata depressiva... que me desculpem :]

e da sophia, não se fala?! hum?! :)

.................................


estou a pensar voltar ao parque a semana que vem para visitar a minha merlita :))
aproveito e levo o saquinho das minhocas liofilizadas :D


e viva o benficaaa, somos campeões no volei, para começar! >;)

Bastet disse...

:) que linda é ela Laurinha e que bem que sabe salvar uma vida!

henrique doria disse...

Prefiro as outras duas à Sofia.A Sofia tem coisas muito boas, coisas boas e coisas assim assim. Quanto à FLORBELA está longe de ser apenas uma chata depressiva. Também tem coisas menos boas, de um romantismo piegas, mas, no geral, é grande, e duma FORÇA enorme.

henrique doria disse...

Já me esquecia: peço-te para visitares e responderes ao quetionário de : oblogdalibelua2.blogs.sapo.pt

lena disse...

amanhã, que hj vou ao jazz, no hot

imperdível!!!




bastet, jinhos às feras e à gatinha ;D***

janus disse...

Também tenho gatitos e já vi criar melritos. Na minha terra faz-se assim: farinha das galinhas, misturada com água, faz-se uma papinha. Corta-se uma caninha, em bisel, parece um bico de pássaro. Depois enches o bico da cana com a papa e dás ao melrito. Eles abrem o bico e comem. Muito simples, aparentemente, e convém estarem numa gaiola, senão fojem.
Por estas bandas é hábito assaltarem os ninhos de melros, e depois criarem-nos, pois cantam muito bem. As melras, quando se descobre quais são, voltam a ser livres!... Os melros têm o bico laranja e as melras não, por aqui só se descobre o sexo desta maneira... é verdade tb gosto de jazz

lena disse...

janus, se gostas de melros e de gatos, o jazz tem tudo a ver ;)

adorei a explicação da caninha a imitar o bico da mãe (ou do pai), eu fiz o que pude :D

adoro acordar com os melros a cantar ou chegar a casa de manhã, mesmo quando o dia começa a nascer, e a sinfonia é absolutamente mágica!

bom que os melros voltaram a aparecer em lisboa, e são muitos, e andam normalmente aos pares, por isso já sabia que os pretos são os machos e as castanhinhas escuras as fêmeas :)

feliz 25 de abril!