domingo, abril 17, 2005

Porto muito sentido

6 comentários:

piscoiso disse...

Nas traseiras da Casa da Música há um espaço vazio para a construção de um novo edifício, que está a causar polémica.
Por trás destas traseiras, há uma ilha, que percorri sem tirar os olhos da Casa da Música, nem o dedo do obturador.
Um beijo.

noiseformind disse...

É uma crítica social muito bem enquadrada, sim senhor, o lado da Casa da Música que mais custa mostrar, o lado das nossas obras que mostram que elas são apenas o reverso da moeda de mais pobreza, menos auxílio social, menos vontade política e meios para combater a pobreza. Aliás, acho que recentemente surgiu uma campanha que retrata fielmente o Portugal actual. Sabem qual é?

É a campanha do totoloto, em que em várias actividades e situações da modernidade aparece um galo de Barcelos. E foi isto que aconteceu connosco a nível de país nos últimos 20 anos. Fomo-nos adaptando À modernidade, pagámos a uns estrangeiros para nos virem aqui fazer umas plásticas, ou então elegemos os copistas do que lá fora se fazia À qualidade de regentes máximos do reino (o proprío Cavaco fez o doutoramento lá fora) e assim temos vivido, de pobreza em pobreza, até ao golpe final. Desde o início do ano 5% do tecido industrial desapareceu, não vejo ninguém preocupado, ainda há dinheiro para o Estado pagar os ordenados, o povo está entorpecido pelas montras dos shoppings que prometem milagres de consumo. Consumo de bens fabricados na China, na Tailândia claro. Consumo que vai contibuir para mais uma empresa fechada...
Os dias do Português-espertismo estão a acabar, a matriz conesrvadora que nos impediu de uma integração plena na modernidade, com todos os seus custos sociais, está a começar a colapsar sob o peso de tantas ilusões desfeitas... a ver vamos... a ver vamos...

Pedro F. Ferreira disse...

Incrível...!?!

Bastet disse...

Falando em fotografias passa por "minha casa" e vê o que está por lá... :)

Carla disse...

Realmente desconhecia 'esse lado'... mas sinto muito o Porto e a margem de lá no meu coração :) Estas grandes obras costumam ajudar a que algo mude (para melhor) nas suas imediações... A ver vamos. Beijo grande :)

lena disse...

foto 1