domingo, março 27, 2005

Páscoa

foi no domingo de Páscoa de 1975, por volta do meio dia,
que a minha filha foi concebida

                                          sem pecado


estava sol
:)

domingo, março 20, 2005

quarta-feira, março 16, 2005

mes mains volent pour se rejoindre

Comme des colombes en désaccord
mes mains volent entre les secrets
pour se rejoindre dans la saison
où les oiseaux chantent l'amour
d'être entourés d'eux mêmes.

Natália Correia
13set23/16mar93

inédito (56/57)

quarta-feira, março 09, 2005

domingo, março 06, 2005

fuga

deixem-me ficar aqui
dormir
e saber que o comboio me espera
no lago
no silêncio assombrado
dentro da boca
Partir
"poeticamente habitar"
comer a terra
e subir às árvores
       no desespero da fuga
Estar só
com medo da solidão
    E viver aí
        saboreando o azedo visceral
                da inquietude

1973

quarta-feira, março 02, 2005

Do amor que acorda o espírito que dorme

A ALMA
Votada ao fogo obediente ao perigo
feroz do amor ser muito e o tempo pouco,
Chegas ébrio de sonho, ó estranho amigo
E eu não sei se por mim és anjo ou louco.

Num beijo infindo queres morrer comigo.
Nesse extremo és sagrado e eu não te toco.
Esquivo-me: o teu sonho mais instigo.
Fujo-te: a tua chama mais provoco.

A incêndio do teu sangue me condenas
E com ciumentas ervas te envenenas
Dizendo às nuvens que só tu me viste.

Bebendo o vinho de amantes mortos queres
Que eu seja a mais prateada das mulheres.
E de ser tão amada eu fico triste.

Natália Correia
In Sonetos Românticos, 1990