segunda-feira, dezembro 27, 2004

pulsar

descalcei-me na noite
para sentir o pulsar da terra
fechei os olhos devagar
e acordei
do outro lado do espelho

12 comentários:

Draco disse...

Como a Alice no outro lado do espelho.
O país dos sonhos é, muitas vezes, muito mais encantador...

Draco disse...

As fotos deste blog mudam como folhas ao vento...
Que bom!
O gato meio siamês é lindo lindo...

Angelus disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Madalena Pestana disse...

Se eu ainda conseguisse passar para o outro lado do espelho, penso que não voltaria.

Bom Dia!

:)

lena disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
lena disse...

bom dia, mocha ;D*

angelus, fica à vontade, estes textos já têm vida própria... ;)

gosto de varrer folhas, no quintal, draco
e muitas vezes não as deito no lixo, por serem tão belas mesmo depois de caídas há já alguns dias
:)


a gatinha meia siamesa ( a branquinha) está cá em casa para recuperar saúde e beleza, com a mãe e os irmãos... esta foto foi tirada no verão, ainda ela não tinha ido morar para uma outra casa, um apartamento
a ver vamos...

Angelus disse...

Desculpa, tirei o meu post... foi sem querer... estou cada vez pior... Mas não queria deixar de agradecer e de mais uma vez dizer que o teu blog está muito bom! ***

jorge disse...

olá laura!
um beijinho grande de ano novo excelente!!

LolaViola disse...

Laurinha. Um beijo enorme e um Ano Novo com estrelas no olhar.

Draco disse...

Um Ano Novo com um CD para nos deliciar!
São os meus votos!!!
Felicidades e obrigado por este cantinho.

Anónimo disse...

O contacto directo com a mãe terra é enebriante tudo que está do outro lado do espelho também está aqui, agora, à nossa volta, dentro de nós.. por entre nós mesmos.. nem precisamos de fechar os olhos. Não são dois mundos mas sim uno. Simplesmente precisamos de treinar aquela capacidade que perdemos em crianças... a habilidade de ver aquilo que só se vê com o coração.

LOU

lena disse...

:)*